Cardiologia em Cães e Gatos

Com o crescente aumento no número de animais e sua expectativa de vida, as doenças cardiovasculares que há algumas décadas não tinham muita importância, passam a serem vistas com maior frequência entre os animais domésticos. 

As doenças cardiovasculares representam 11% das enfermidades que acometem os cães e um percentual menor acometem os gatos. 

Existem algumas raças que possuem uma predisposição maior a desenvolver doenças cardiovasculares. Os cães de pequeno porte possuem predisposição a desenvolver Doença valvar crônica de mitral (degeneração valvular). Já os cães de grande porte apresentam com maior frequência a cardiomiopatia dilatada, que em casos graves pode levar a arritmias malignas e morte súbita como é o caso da cardiomiopatia arritmogênica ventricular direita. Já os felinos apresentam uma predisposição a desenvolver a cardiomiopatia hipertrófica. 

Ambas as doenças podem desenvolver sinais clínicos como tosse, cansaço, dificuldade respiratória, intolerância ao exercício, aumento da frequência respiratória, síncope (desmaio) e fraqueza. Por isso é extremamente importante o conhecimento das principais doenças cardíacas que acometem os cães e os gatos, principalmente aqueles que se encaixam no grupo de risco para doenças cardiovasculares.

Atendemos somente
com encaminhamento do médico veterinário responsável.
  • Wix Facebook page

Alameda dos Guaramomis 444   Planalto Paulista  CEP 04076-010   São Paulo - SP

Tel: (11) 3796-3151 

Cel/Whatsapp: (11)96859-0597